Segunda, 15 de Julho de 2024
13°C 28°C
Três Lagoas, MS
Publicidade

Entre chineladas e puxões de cabelo, briga entre vizinhas termina na delegacia

A investigação sobre o caso está em andamento.

04/07/2024 às 09h30 Atualizada em 04/07/2024 às 09h41
Por: Redação
Compartilhe:
Entre chineladas e puxões de cabelo, briga entre vizinhas termina na delegacia

Uma briga generalizada entre duas vizinhas no bairro Interlagos, em Três Lagoas, terminou com um Boletim de Ocorrência. A confusão, que aconteceu na manhã de quarta-feira (03), teve como protagonistas duas mulheres que residem em casas vizinhas.

Segundo o Boletim de Ocorrência, a discussão começou quando uma das mulheres, ao se dirigir ao posto de saúde, teria passado em frente à casa da outra. A segunda mulher, segundo o relato da primeira, teria cuspido no chão e proferido a frase "que cheiro de carniça". Indignada, a primeira mulher questionou a segunda sobre o motivo da ofensa, o que resultou em uma agressão física.

A segunda mulher, de acordo com o relato da primeira, teria pegado um chinelo e desferido várias chineladas em sua vizinha. Após as agressões, a segunda mulher teria ameaçado pegar um revólver, momento em que sua irmã interveio e segurou a primeira mulher pelos braços. A situação se agravou quando a segunda mulher puxou a primeira para dentro de sua casa e continuou a agredi-la, puxando seus cabelos e chutando-a. A primeira mulher conseguiu escapar e correr para pedir ajuda à Polícia Militar.

Continua após a publicidade

A primeira mulher apresentou lesões aparentes no braço direito, braço esquerdo, pescoço, hematoma na perna esquerda e lábios cortados. Ela afirmou ao BO que deseja representar criminalmente contra a segunda mulher pelas agressões sofridas.

A segunda mulher, por sua vez, relatou uma versão diferente dos fatos. Ela afirmou que estava conversando com sua irmã em frente à casa quando a primeira mulher passou cuspindo no chão. A segunda mulher teria cuspido no chão também, em resposta. A primeira mulher teria então retornado e questionado a segunda sobre o motivo de seu comportamento. A segunda mulher relatou que foi empurrada pela primeira mulher, e que tentou pegar o chinelo para se defender, mas não conseguiu. Ao correr para sua casa, ela teria sido segurada por sua irmã, que alegou que a primeira mulher estava tentando enforcar a segunda. A irmã teria separado a briga e a segunda mulher relatou que chamou a Polícia Militar, enquanto a primeira mulher foi embora. A segunda mulher apresentou um pequeno hematoma no braço direito.

Continua após a publicidade

A Polícia Militar registrou o BO e encaminhou as duas mulheres para a Delegacia de Polícia Civil para a realização de procedimentos legais. A investigação sobre o caso está em andamento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários