Domingo, 23 de Junho de 2024
17°C 33°C
Três Lagoas, MS
Publicidade

Abraço tem poder de reduzir dores físicas com liberação de substâncias analgésicas

Confira alguns benefícios do abraço para a saúde mental e física

22/05/2023 às 09h00 Atualizada em 22/05/2023 às 09h34
Por: Fonte: Metropolitana MS
Compartilhe:
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Um abraço apertado é ideal para matar a saudade, demonstrar gratidão ou até mesmo fazer as pazes com um amigo querido. Mas o Dia do Abraço, comemorado em 22 de maio, surgiu a partir de um episódio não tão carinhoso.

Em 2004, o australiano Juan Mann, que vivia em Londres, viu sua vida virar de cabeça para baixo e precisou voltar para Sydney, sua cidade natal. Mas, ao chegar no aeroporto, ninguém estava lá para recebê-lo. “Tudo o que eu tinha era mala cheia de roupas e um mundo de problemas”, disse Mann.

O episódio fez com que ele decidisse iniciar, no dia 22 de maio, uma ação de abraços grátis (a famosa free hugs). Ele escreveu as palavras em um papelão e foi até o ponto mais movimentado da cidade. Após alguns olhares desentendidos, pessoas começaram a aceitar a oferta.

Continua após a publicidade

A ação chegou a ser banida pelas autoridades locais, o que não impediu Mann de ganhar fama. Certo dia, um dos interessados no abraço foi o líder da banda Sick Puppies, que o chamou para gravar um videoclipe. O vídeo viralizou e a iniciativa se popularizou pelo mundo todo. 

 

Continua após a publicidade

Benefícios do abraço

Um abraço pode ajudar a saúde. Essa demonstração de afeto libera um hormônio chamado ocitocina, que alivia o estresse. Além do bem-estar emocional, o abraço pode reduzir dores físicas, pois atua em uma área no cérebro que libera substâncias analgésicas.

Continua após a publicidade

Gostando ou não, o abraço faz parte da cultura ocidental. Apesar de muitas pessoas amarem ou odiarem, esse tipo de contato humano tem bons benefícios, assim como também alguns limites.

Estudos mostram que crianças pouco abraçadas tendem a achar o afago desconfortável. Já quem foi muito abraçado quando pequeno costuma gostar desse tipo de carinho. Cada um, cada um. Mas ganhar (ou dar) um abraço de boa vontade não faz mal a ninguém.

Mas, para onde vão os braços? Qual é o tempo mínimo de um abraço? Podemos forçar abraços em pessoas que não gostam desse tipo de comportamento?

São várias as dúvidas sobre esses assuntos e a ciência tem uma explicação com base em dados de pesquisa em relação à forma correta de abraçar.

De acordo com um estudo publicado na Acta Psychologica, vários fatores influenciando na hora de um abraço, como:

·         Duração;

·         Estudo;

·         Gênero;

·         Proximidade emocional;

·         Comportamento dos braços.

Além disso, o estudo também pode comprovar que a preferência dos homens para homem em relação ao abraço é de abraços cruzados.

Na verdade, o estilo de abraço conta muito, isso porque o abraço cruzado pode transmitir proximidade entre as pessoas sem acrescentar um sobre texto romântico.

Apesar de muitas pessoas não se importarem tanto com uma forma correta de abraçar e apenas pensar e demonstrar a fé e carinho com esse comportamento, existe uma forma certa para algumas.

Os resultados da pesquisa sugerem que o abraço mais seguro e confortável é aquele que dura de 5 a 10 segundos com os braços cruzados.

Apesar de muitas pessoas acharem que alguns tipos de abraços são calorosos ou desrespeitosos, não podemos negar que o abraço faz bem à saúde física e mental.

Confira a seguir alguns benefícios do abraço para a saúde mental e física e se surpreenda com as propriedades medicinais desse comportamento social extremamente diário em nossas vidas.

 

1.       Salvar vidas

Com certeza você já deve ter presenciado alguém salvar outra pessoa de um suicídio ou outro risco à vida com um abraço.

Na verdade, o abraço é um remédio natural que nos faz sentir o calor humano e perceber que não estamos sozinhos e outras pessoas estão lá para nos ajudar.

 

Continua após a publicidade

2.       Comunicar sentimentos e emoções

Você pode conhecer uma pessoa dura de coração e sentimentos e acalmá-las através de um abraço caloroso e respeitoso.

O fato é que nem as pessoas mais duronas não conseguem se render a um abraço caloroso e que comunica muitas emoções e sentimentos profundos da alma.

 

Continua após a publicidade

3.       Prevenir doenças

Com certeza você terá uma saúde mental mais saudável se praticar mais atitudes e comportamentos diários com abraços.

Esse tipo de ferramenta social não serve apenas para amigos e familiares, mas também para auxiliar pessoas desconhecidas com o calor humano.

 

Continua após a publicidade

4.       Afastar o estresse, depressão e outras doenças psicológicas

A cura para as doenças psicológicas pode estar em uma simples atitude de abraçar e ouvir uma pessoa com problemas de depressão, estresse ou ansiedade.

Cultive mais momentos de abraços e trocas de sentimentos e emoções na sua família e círculo de amigos e se dois mais a ajudar pessoas com problemas psicológicos.

 

5.       Promover a sensação de bem-estar

É muito caloroso e respeitoso quando recebemos um abraço de uma pessoa amada e sentimos que estamos seguros e bens com as pessoas que amamos.

No Dia do Abraço devemos aproveitar para nos aproximar de quem amamos e abraçar de verdade, com muito carinho, transformar esse simples momento em algo mágico e único e por que não valorizar os companheiros de trabalho.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários