Domingo, 23 de Junho de 2024
17°C 33°C
Três Lagoas, MS
Publicidade

Três Lagoas iniciou implementação da informatização da Rede Municipal com prontuário eletrônico

O sistema possibilita também a redução das inconsistências das informações

25/05/2023 às 09h05
Por: Fonte: Prefeitura de Três Lagoas
Compartilhe:
Foto: Prefeitura de Três Lagoas
Foto: Prefeitura de Três Lagoas

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio do Departamento de Saúde Coletiva da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), iniciou a implementação do novo sistema denominado e-SUS APS. O e-SUS APS trata-se de um sistema de Prontuário Eletrônico que é ofertado pelo Ministério da Saúde e destinado às Unidades de Saúde da Família (USF).

Para a fase inicial de transição das plataformas foram selecionadas quatro unidades pilotos: USF Eurídice Chagas Cruz, USF Novo Oeste, USF Vila Alegre e USF Joel Neves.

A secretária da SMS, Elaine Furio destaca que a pasta já havia diagnósticado a necessidade de reestruturar a situação da tecnologia das USFs. “A implantação do sistema vai viabilizar esse processo, com a qualificação dessa base de dados, tornando-as mais precisas, e sem custos aos cofres públicos, pois, é fornecido gratuitamente pelo Ministério da Saúde.

Continua após a publicidade

Elaine explica ainda que a implementação acontece de forma gradativa e se estenderá para todas as USFs do Município. O processo de implantação do novo sistema tem sido conduzido por servidores da Central de Regulação, Núcleo de Educação Permanente, além do apoio do Departamento de Tecnologia da Informação e da empresa AMED. 

 

Continua após a publicidade

SISTEMA e-SUS APS E OS BENEFÍCIOS PARA A POPULAÇÃO

A nova ferramenta é um software onde ficam armazenadas todas as informações clínicas e administrativas dos pacientes de cada unidade, possibilitando redução do tempo de espera por atendimento, sustentabilidade, melhor armazenamento de dados, fácil acesso dos profissionais aos prontuários e o principal informatizar o fluxo do cidadão no serviço da Rede Municipal.

Continua após a publicidade

O sistema possibilita também a redução das inconsistências das informações sobre a produtividade e a correta atualização de cadastros enviados ao Ministério da Saúde, uma vez que a produção passar a ser integrada e transmitida diretamente à base de dados do governo federal, evitando a perdas de informações e contribuindo para adequada gestão do cuidado.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários