Domingo, 23 de Junho de 2024
17°C 33°C
Três Lagoas, MS
Publicidade

Mais de 700 alunos retornam às salas de aulas após furto de fiação elétrica em escola

O furto na Escola Estadual João Ponce de Arruda, em Três Lagoas, causou prejuízo de R$ 70 mil

18/09/2023 às 14h15
Por: Fonte: JPNEWS
Compartilhe:
Reprodução/TVC
Reprodução/TVC

Após uma semana sem aula, devido ao furto de cabos elétricos, funcionários e alunos retornam às atividades escolares, nesta segunda-feira (18), na Escola Estadual João Ponce de Arruda, em Três Lagoas. 

O furto da fiação elétrica na escola aconteceu no dia 10 de setembro e deixou cerca de 700 alunos sem poder frequentar as aulas. Os prejuízos foram muitos, sendo necessária a atuação de uma empresa especializada em perícia e recuperação de sistemas elétricos, para reestabelecer a energia. Segundo a coordenadora da Secretaria Estadual de Educação, em Três Lagoas, Marizethe Bazé, o prejuízo financeiro foi de R$ 70 mil.

Devido a falta de energia, os alimentos frios armazenados na escola tiveram que ser remanejados para outras unidades de educação de Três Lagoas, para preservação, enquanto os serviços de manutenção eram executados. 
Entenda o caso

Continua após a publicidade

A Escola Estadual João Ponce de Arruda, que fica no bairro Santa Rita, em Três Lagoas, ficou sem energia, em decorrência do furto da fiação elétrica da escola. O caso foi registrado na 3ª Delegacia de Polícia Civil.

De acordo com testemunhas, após chegar ao portão central da escola, os funcionários e alunos perceberam que havia sinais de violão e avisaram a diretora, que constatou o furto de vários cabos elétricos. Os suspeitos desarmaram o transformador e cortaram os cabos que alimentavam os aparelhos de ar-condicionado e os fios que distribuem energia para iluminação e tomadas da escola. 

Continua após a publicidade

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários